Open Graph: dicas de compartilhamento em Redes Sociais

Se você é usuário do Facebook e do Twitter, já deve ter percebido que, quando compartilhamos um artigo de um site externo (normalmente site de notícias), muitas vezes aparece uma foto e uma breve descrição do artigo, deixando o post mais atrativo. Veja o exemplo abaixo:

Exemplo de post do Facebook

Isso se deve a uma informação na programação do site chamada Open Graph, representada pela tag <og>. Em HTML é relativamente simples de se fazer, mas hoje vamos ensinar como fazer isso no WordPress de modo ainda mais fácil do que no HTML. Existem diversos plugins que fazem bem esse tipo de tarefa, mas decidimos usar um dos mais populares, chamado Open Graph and Twitter Card Tags. Basta procurar na lista de Plugins, instalar e ativar. Não é necessário mudar nenhuma configuração. Assim que ativado, na página de edição de Posts ou Páginas, aparecerá esse novo formulário:

São dois novos campos, um para inserir a imagem de compartilhamento e outro para o resumo. O tamanho recomendado da imagem é 1200 x 630 pixels, e o texto pode ter até 300 caracteres. Caso fiquem em branco, será usada a primeira imagem do post e parte do conteúdo. Em nosso exemplo, editamos o post sobre Certificado SSL, incluímos uma imagem e um breve resumo.

Depois de Salvar e Publicar o post, experimente compartilhar o link da sua postagem no Facebook. O resultado será semelhante a este:

Assim que colar o digitar a URL do seu post, aparecerá o preview logo abaixo, para poder saber como ficará a postagem antes de publicar.

No Twitter, o resultado será esse:

Uma última dica: após publicar a imagem no Facebook, notamos que o texto no fundo chapado não fica uniforme, perde muita resolução. Então optamos por usar uma imagem de fundo. Por isso a imagem do Twitter ficou com fundo de madeira.

Continue nos acompanhando para mais dicas, na nossa jornada para construir um site completo no WordPress.

Olá, WordPress!

Começamos aqui um Blog do WordPress, para falar de diversos temas relacionados a nossa área como Webdesign, programação, hospedagem de internet, segurança digital, dicas de Google, e é claro, o próprio WordPress. Se conseguir acompanhar, você verá que o nosso Blog começa no estilo padrão de WordPress com a mensagem de “Olá, Mundo” e sofrerá modificações com o tempo. Vamos fazer postagens a cada grande mudança nele.

Para preparar a instalação do WordPress, é preciso levar em conta os requisitos: Banco de Dados (mySQL ou MS-SQL) e servidor PHP, de preferência 7.1 ou superior. Criamos o nosso banco de dados mySQL e deixamos tudo pronto antes da instalação. Se o site for instalado em diretório, é preciso deixar criado esse diretório e configurar as permissões de Escrita na pasta (chmod 755)

A instalação padrão do WordPress foi simples, apesar de já termos feito isso diversas vezes para clientes distintos. Pode ser feita de modo manual – baixando os arquivos e publicando via FTP, ou de modo automático – através do provedor de hospedagem. Dessa vez, fizemos pelo nosso provedor, a Locaweb, que disponibiliza o WordPress de modo fácil no menu Aplicativos da Central do Cliente. Depois do preenchimento de um breve cadastro, informando dados do Administrador, o caminho onde será instalado e os dados do banco de dados, leva cerca de 5 minutos para concluir a Instalação e estará pronto para uso.

A primeira coisa que costumamos fazer é o login na área administrativa para instalar os plugins básicos. O primeiro plugin foi de backup, para que não se perca nada do site caso ocorra algum erro. Escolhemos o Updraft, mas existem diversas boas opções. O Updraft permite publicar o backup no Dropbox, o que para nós é muito útil. Aqui, nos deparamos com uma mensagem que dependendo da versão do WordPress, é preciso de uma intervenção no código. Havia uma necessidade de informar novamente os dados de FTP para que o plugin fosse instalado. Resolvemos isso com uma linha de código no wp-config.php:

define('FS_METHOD', 'direct');

Depois, buscamos um tema que combinasse com o nosso site. Escolhemos o tema Radiate que nos pareceu simples e elegante.

Editamos o menu para ter um link para nosso site principal, assim quem estiver acessando o Blog, terá oportunidade de voltar (ou conhecer) a página principal da Nishiweb.

Por fim, comecei a editar o post inicial para testar as postagens.

Em breve vamos fazer outras alterações e vamos postando como e quais alterações foram feitas.